domingo, 22 de março de 2009

Alvess, a Morte do (Soldado) Artista Desconhecido

O ano passado, em Serralves, no decorrer daquilo a
que chamei um fim de semana cultural/gastronómico
( e que para além da Fundação de Serralves envolveu
a Casa da Música e os restaurantes Bull&Bear
e DonTonho, entre outros) fui confrontado
com uma exposição antológica,
a primeira e última individual, de um artista
emigrado em França há largos anos -Alvess.













Manuel Alves vivia há décadas na Bastilha, em Paris, trabalhando como tipógrafo, tendo participado em diversos salões artísticos, onde se recusava a vender os trabalhos expostos.
Desconhecido, na prática, do público, Manuel Alves dito Alvess veio a passar os últimos meses da sua vida, num hospital a lutar contra um cancro do rim.
Aqui fica a homengem do"Galo" a um artista original e irreverente.

3 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar deste pintor(?) mas nota-se uma grande influência do seu trabalho como tipógrafo nas suas obras, não acham ?

    ResponderExcluir
  2. Também eu fiz um fim de semana no Porto para, propositadamente, ir ver o Alves ao lado do Pomar e do Rauschenberg. Na altura sabia da sua existência, mas não conhecia o trabalho e fiquei emocionada.Tal como fiquei com a notícia da sua morte.

    ResponderExcluir
  3. Margarida Ferreira dos Santos23 de março de 2009 10:14

    Pois também tive o privilégio de ver em Serralves esta exposição. O objectivo da incursão era de facto ver a exposição do Pomar, mas Alvess, que desconhecia, surpreendeu-me.

    ResponderExcluir