segunda-feira, 30 de março de 2009

A Revolução dos Lápis

Os Lápis de Cor andavam revoltados porque os Lápis de Cera
tinham mais regalias e trabalhavam muito menos
...faziam muita cera !
Começaram, então, a organizar reuniões na caixa dum e doutro
mas as opiniões eram muito variadas, de todas as cores...
Contudo, com a continuação, as cabeças começaram a juntar-se
e as ideias a ficar mais afi(n)adas.
O número de apoiantes é que estava sempre a aumentar
embora com durezas muito variadas que iam do 3B ao 3H.
Os Vermelhos, por exemplo, eram os mais organizados
mas queriam mandar as Tias Aguarelas
e os Queques dos Gouaches para o Campo Pequeno.As Aguarelas, protegidas nos seus condomínios
a que chamavam godés
só se preocupavam com transparências e dégradês.
Continuavam a fazer a vida de todos os dias
mergulhando nas suas piscinas,
orgulhosas de terem sangue azul.
Mas aos Gouaches saltou-lhes a tampa
e derramaram-se em coloridas explicações.
Quando os Lápis de Cera se aperceberam do que se estava a passar
também se reuniram de urgência , mas não decidiram nada
...eram uns verdadeiros pastéis!
No entretanto, os aristocratas Pincéis,
com as suas barbas de pelo de marta
mantiveram-se hirtos, sem inclinações para nenhum lado.
Foi então, que as bases se começaram a perfilar
prontas a entrar em acção, a qualquer momento.
Aproveitou-se para limar as últimas arestas.
Definiram-se objectivos...
...Estabeleceu-se a hierarquia necessária
e a cadeia de comando.
E no dia e hora aprazados deu-se uma explosão de cor.
A senha foi E depois dos Azuis
e, mais tarde, Grandola tela Castanha.
Os Pastéis foram corridos para longe daqui e não mais voltaram.
Porém as Tias Aguarelas e os Queques dos Gouaches
continuam a fazer a mesma vida de sempre.
E os Lápis de Cor, de tanto serem afiados,
estão mirradinhos, mirradinhos...

10 comentários:

  1. JV, já estou até a sentir pena do outro João, o de La Fontaine. Parece-me que a sua "fontaine" jorra mais que a dele...

    ResponderExcluir
  2. E do Esopo, então, nem se fala!
    Preferi as transparências e dégradês das aguarelas, mas fiquei cheia de pena dos lápis de cor, mirradinhos, mirradinhos...

    Uma explosão de TUDO, para além da cor...

    ResponderExcluir
  3. Fotos e palavras em casamento perfeito, se isso existe...

    ResponderExcluir
  4. Adorei a ligação Imagem/Texto.
    Bela maneira de contar o 25/04 às criancinhas, e não só...

    ResponderExcluir
  5. E o Povo onde está ? São as aparas dos lápis ?

    ResponderExcluir
  6. Quando vimos tantos lápis, rijos e hirtos ... até sentimos suores frios.

    ResponderExcluir
  7. muito bem desenhado este post... merci.

    ResponderExcluir
  8. Margarida Ferreira dos Santos31 de março de 2009 21:18

    E os lápis de cera continuam a fazer cera do costume!
    As imagens são fantásticas e a ligação com o texto também, mas mesmo sem elas seria sempre um excelente conto! Parabéns!

    ResponderExcluir