segunda-feira, 13 de abril de 2009

Isto dos Dez Mandamentos, tem muito que se lhe diga

Resolvi escrever algo sobre os Dez Mandamentos
o que, desde o início, se revelou tarefa complicada.
Para começar, quando procurei informação em diversas fontes,
deparei-me com contradições sucessivas.
Certo, certo, só o número – Dez.
Depois, nuns lados diz-se para guardar os Sábados,
noutros os Domingos e dias de Guarda.
Um que eu desconhecia era o de guardar castidade
nas palavras e obras(?).
Que surge, também, como “Não pecar contra a castidade”.
Queira isto dizer o que quer que seja…
O célebre, e menos apetecido, “Não desejar a Mulher do Próximo”
quase sempre aparece como sétimo mandamento
mas, noutras fontes, é o nono.
Assim como é que a gente se entende ?
Por exemplo, “Não invocar o nome de Deus em vão”
é uma opinião discutível.
Numa altura em que Sócrates está presente em todos
os telejornais, manchetes de jornais e comentários de café
e sabendo que Sócrates e Deus são, na prática, sinónimos,
este é um mandamento a não cumprir.
Pelo contrário, deve-se invocar o nome de Deus,
perdão, de Sócrates sempre que possível…
Umas vezes para dizer bem e outras, poucas claro,
para dizer mal.
“Não levantar Falsos Testemunhos”, questão pertinente.
Veja-se o Caso da Casa Pia, do Apito Dourado.
Os inquéritos ao BPN e ao BPP.
Os esquecimentos do Dias Loureiro.
Os julgamentos da Fátima, do Major e do Isaltino.
Sem falar na jóia da Coroa, o Caso Freeport…
Porque levantar falsos testemunhos?
Porque convocar falsas testemunhas?
Com falhas de memória, esquecimentos vários
e lapsos oportunos?
Já viram o que poupávamos se encerrássemos a PJ,
a Promotoria Geral da República e os Tribunais?
E, bem vistas as coisas, os resultados iam ser
mais ou menos os mesmos…
E para terminarmos, o controverso
“Não cobiçarás a Mulher do Próximo”. Sábio conselho.
Com tantos maridos longe, embarcados,
emigrantes noutros países.
Em operações militares na Bósnia e no Iraque.
Presos de longa duração, imobilizados em hospitais.
Astronautas, a jogar em clubes no estrangeiro.
Porquê arriscar-se e ter um caso com a vizinha do lado ?
Ainda se for com a lá de cima, do 4º esquerdo...
Sempre é menos próxima!!!

Não matar nem roubar. Honrar Pai e Mãe.
Princípios morais…
Aceites pela generalidade das pessoas.

Mas como já ficou provado atrás, isto de seguir
os Mandamentos, todos os mandamentos,
tem muito que se lhe diga...

4 comentários:

  1. Ai tem, tem...

    ResponderExcluir
  2. Um dia , há muitos anos, respondi assim:
    Os dez Mandamentos são sete, Fé, Esperança e Caridade !
    E agora também isto não corresponde ao que se passa !
    Resta só a Fé em que alguém venha endireitar este País !!

    ResponderExcluir
  3. Mais Dez tentativas de lavagem ao cérebro da santa madre igreja.

    ResponderExcluir
  4. Ainda bem que não tem essa de não cobiçar o homem da próxima nem a mulher da próxima...assim fica meio mundo para deitar e rolar.

    ResponderExcluir