sexta-feira, 10 de abril de 2009

O Galo do Futebol

Este tipo de Galo, muito popular no nosso país, mas não só,
tem por hábito ler, ao acordar, “A Bola”,
que ele venera como se da Bíblia se tratasse,
mas também o “Record” e “O Jogo”.
Depois, ao sair de casa, vai até ao café para discutir com
os amigos, Patos, Frangos, Perus e demais aves de capoeira,
os jogos da véspera, o falso penalty
e o derby do fim-de-semana seguinte.
No íntimo, admira o PINTO da Costa mas torce pelas ÁGUIAS.
De todos os jogadores benfiquistas o que mais o entusiasmou
foi o João PINTO, mas quando este foi jogar para o Sporting,
ficou com um granda galo.
Veste, geralmente, camisetas de clubes desportivos
que podem ser, conforme as épocas e as paixões,
do Manchester, do Barça ou da Selecção nacional.
A Selecção, inclusive, já uma vez o teve como símbolo, em 1962,
com os célebres Magriços.
É de tal maneira fanático que as Frangas com que ele se envolve,
e a que ele chama marjorettes, só podem pôr ovos
com o carimbo da UEFA.
O seu lema de vida é “O Ovinho é que instrói e o Milho é quinduca”
e o seu cantar preferido é “Goooooolo “!
Nota do "Galo": A figura acima é da criação de António Azevedo 100maosamedir.blogspot.com

4 comentários:

  1. Carapau de Corrida11 de abril de 2009 07:41

    Bem canta o Galo mas seria bom não esquecer que as galinhas andam cada vez com mais força e até nos estádios já aparecem em força e a cacarejar bem alto !
    Galos de todo o mundo, cuidado !
    Eu, pobre Carapau, só tenho problemas com os "tubarões"....

    ResponderExcluir
  2. O Galo de Barcelos ao futebol...ou seja ao poder. No norte o rei dos galos do futebol não há quem o pare. Faz que o quer e..."está sempre inocente. Nunca há provas.

    ResponderExcluir
  3. Moira de Trabalho12 de abril de 2009 20:39

    Já ouvi dizer que temos que impedir que o nosso Galo corteje as galinhas da praia...
    E assim evitam-se mais Pintos da costa.

    ResponderExcluir
  4. Eu que até odeio futebol, li este post, do princípio ao fim, com um sorriso nos lábios.
    A isto chamo Humor. sem vulgaridades nem concessões fáceis.

    ResponderExcluir