sábado, 19 de setembro de 2009

Queer Lisboa 13


Iniciou-se ontem, no Cinema São Jorge, o Queer Lisboa 13,
o Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa
com a ante-estreia nacional de «Morrer Como Um Homem»
de João Pedro Rodrigues.

De 18 a 26 de Setembro serão exibidos 95 filmes
seleccionados de um total de 500.
Segundo a Associação Cultural Janela Indiscreta,
organizadora do festival, esta pretende ser

«uma mostra do melhor que foi produzido nos últimos dois anos».
O júri nacional e internacional conta com
o escritor Richard Zimler (E.U.A., Portugal),
a actriz e encenadora Isabel Medina (Portugal),
o crítico de cinema Boyd van Hoeij (Luxemburgo),
a programadora Florence Fradelizi (França),
a distribuidora Ricke Merighi (Itália),
o psicólogo Nuno Nodin (Portugal),
a programadora do Festival G&L de Hamburgo,
Melissa Pritchard (Alemanha)
e o cineasta Oded Lotan (Israel).
A destacar a exposição «Shocking Pins» organizada
por João Mourão e Nuno Ramalho,
assim como a celebração de uma série de efemérides
da cultura queer, com evocações de figuras como Francis Bacon,
António Variações ou Harvey Milk

O preço dos bilhetes é de 3,5 Euros público em geral,
3,0 Euros para menores de 25 anos,
ou membros de associações LGBT entre outros.


11 comentários:

  1. Essa open mind é o que mais aprecio no autor do blog.

    ResponderExcluir
  2. Não, obrigado.

    ResponderExcluir
  3. Pois aqui não se deveria ter abstido...

    BRAVO ao Galo !!!!!

    ResponderExcluir
  4. Também é aberto a simpatizantes? ou quem não fôr homo vai sentir-se mal?

    ResponderExcluir
  5. Greta Garbo's ghost19 de setembro de 2009 12:53

    Pois eu não me abstive!

    ResponderExcluir
  6. Pedro Almodôvar's alter-ego19 de setembro de 2009 12:55

    Ó pra mim aqui!

    ResponderExcluir
  7. Kelly McGillis recentemente19 de setembro de 2009 13:01

    E eu cá "saí" há pouco, mas continuo tão gira como no Top Gun!...

    ResponderExcluir
  8. Melhor filme gay "My Own Private Idaho" - Gus Van Sant, melhor série lésbica, The L Word


    Apenas a minha opinião.


    Rainbow except one colour to all of you,


    A.

    ResponderExcluir