quarta-feira, 28 de abril de 2010

A Capa do Dia

Perguntas ingénuas...
Dívida portuguesa força encontro entre Sócrates e Passos Coelho, será que o PM 'cravou' uns 'tustes' ao líder da Oposição?
Murros, ovos e bombas de fumo no Parlamento da Ucrânia, estariam já a brincar ao Carnaval?
Ingleses oferecem 20 milhões por Falcão, pelo 'nosso' Manel?
Novas dúvidas no inquérito ao caso PT/TVI, e o que é que fazemos das velhas?

8 comentários:

  1. Nopes... o colombiano (ou será boliviano ?) chama-se Falcao, os gajús só usam til em cima dos 'énes'...

    :-)

    ResponderExcluir
  2. Ah, e não me parece que o P.C. tenha €€€ para emprestar, mas o 'padrinho' dele por acaso até tem...

    ;-)

    ResponderExcluir
  3. On another note há muito que não via um título tão adequado ...

    (Tradução livre: "Os Descartáveis")

    :-)

    ResponderExcluir
  4. Uma pessoa vê que há 3 comentários e vem aqui na esperança que haja 3 almas 3 a gritarem: "20 milhões? sóo? pelo Falcão?" e nada! é este James, que parece que é gago a postar. Oh homem poste tudo de uma vez, para eu não me sentir enganada. Não me leve a mal, mas isto quando tocam (ou não tocam) no meu Falcão, tira-me do sério.

    ResponderExcluir
  5. Absolutamente gago a postar, que desgraça, ainda não entendi se é defeito ou feitio....

    :-(

    Não lhe levo coisíssima nehuma a mal, e não pretendi tocar (nem deixar de o fazer...) no seu Falcão, até porque a gente se conhece (mal...) de outros carnavais.

    Desculpe o 'incómodo' e mais qualquer coisinha.

    :-((

    ResponderExcluir
  6. Enquanto na Ucránia se maltratam, no nosso parlamento os meninos da limpeza e não só, fazem uma grevezinha para não serem comparados aos funcionários públicos. Isto está lindo. E assim se postam 7 comentários.

    ResponderExcluir
  7. Sobre isso da Ucrânia posso contribuir, não vi o telejornal, mas aqui o Slava é de lá (era professor de música lá) e tem uma paranóica em casa e um quinquilhão de canais russos: o 'incidente' tem aparentemente que ver com um bocadinho de terra chamada Crimeia (que parece que é deles, mas tem uma data de barcos russos ancorados em frente) e segundo a Olga (a mulher dele) os ucranianos que vivem na parte daquilo encostada à Rússia não podem com os outros que vivem mais para o lado de cá. De vez em quando pegam-se e dá faísca. Já estive a jantar em casa deles, e uma coisa vos garanto: a partir do 3º ou 4º brinde com Stoli vale tudo...

    ResponderExcluir