quinta-feira, 22 de abril de 2010

Sal&Pimenta - Tempero semanal por José Manuel de Sousa

Progresso?

Tem-se tornado para mim extremamente interessante e quase aliciante, o mesmo certamente acontecendo com muitos outros habitantes do nosso Planeta, verificar que a modernidade nos levou a viver em extrema fragilidade.
O exemplo recente das cinzas voadoras que obrigaram ao encerramento de centenas de aeroportos e bloquearam o deslocamento de milhões de pessoas, algumas sofrendo o inimaginável por não poderem chegar aos seus destinos, mostra bem que já não podemos viver sem o transporte aéreo.
E bens, mercadorias valiosas tal como o correio, ficaram na origem aguardando alternativas que não apareciam.
Imaginemos agora que as redes de internet por acto de eventual terrorismo ou avaria grossa , mesmo que por breves horas, deixavam de funcionar em qualquer parte do mundo.
E que dizer do corte de alguns cabos submarinos ?
Aliás, bastam algumas greves em sectores fundamentais para que a nossa cómoda vida diária se transforme num quase inferno.
Olhando para o passado, recuando algumas centenas de anos ou nem tanto, podemos ser levados a concluir que então tudo decorria com menos incidentes pois a tecnologia ainda não nos tinha escravizado.
É o preço do progresso dirá o leitor critico mas seremos certamente levados a pensar que de vez em quando, iremos pagar um preço bem alto por tanta aparente facilidade e comodidade.
Claro que ninguém defende o regresso à Idade da Pedra mas estamos a ser obrigados a reflectir quase filosoficamente que entre o tudo e o nada ,a fronteira vai ficando cada vez mais esbatida.
Estou certo ou estou errado?

José Manuel de Sousa

5 comentários:

  1. A falta de assunto, a indigência, e a inanidade ocupam espaço, e o senhor também.

    Bom proveito.

    :-(

    ResponderExcluir
  2. José Manuel de Sousa23 de abril de 2010 09:09

    Muito obrigado distinto intelectual !
    Tem mais alguma coisa no nome, além de James?

    ResponderExcluir
  3. De nada.

    :-)

    Não sabia que era preciso ter coisas no nome, para se poder ter opinião, mas isto é ir vivendo e aprendendo...

    :-))

    P.S.

    Não faça muito caso disso da 'distinção' e do 'intelecto', é mais 'fogo-de-vista' que outra coisa...

    Bom fim de semana.

    :-)

    ResponderExcluir
  4. A Paz seja connosco :) até porque em consciência, eu não merecia seu tão desagradável comentário, coisa que nunca fiz em relação a escritos do James de que nada gostei !
    Irei igualmente vivendo e aprendendo...

    ResponderExcluir
  5. JMS>, eu por mim acho encantador que discorde de mim, e também que me ache assim, assado ou cozido.

    :-)

    Era mais o que faltava se fôssemos todos iguais, já viu o aborrecimento absoluto que seria ?

    Como diria o irmão de um grande 'dirigente e educador da classe operária' (citando um 'chinox' semi-odioso), "sem contradição não há matéria", mas quanto a, sei lá, buracos negros já não estamos assim tão seguros...

    :-P

    ResponderExcluir