domingo, 13 de setembro de 2009

Beleza a preços de Fábrica

À Fábrica, como é conhecida a praia a que hoje nos referimos, situada na Ria Formosa, acede-se a pé, quando a maré está vaza ou numas pequenas embarcações, que há algum tempo, já mencionei aqui no "Galo".
Um único restaurante, com uma lista extensa mas previsível e uns empregados, no geral, mal encarados, é o único suporte alimentar do local.
A pouco mais de 1Km, fica Cacela Velha, digna de uma visita, e onde uns espaços gastronómicos mais sofisticados, se perfilam.
















Mas ninguém vai para a Fábrica
pelos prazeres da mesa.
A Delfina, o Afonso, o Francisco, o Rodrigo e eu, acabámos de passar um fim de semana prolongado num dos poucos espaços algarvios
onde a fúria construtora, dos autarcas
e dos patos bravos, ainda não destruiu
toda a beleza natural envolvente.



A Reserva Natural da Ria Formosa
é um dos destinos possíveis
para uma tarde de passeio em que,
com alguma sorte,
se podem ver camaleões, bandos de patos selvagens,
aves de espécies variadas e os enormes tanques
onde milhares de peixes crescem,
até serem lançados nas águas livres da Ria.




































A rusticidade das embarcações reporta aos tempos dos nossos avós.
É um Algarve onde ainda não chegaram os condomínios,
fechados ou abertos, as discotecas
e as multidões de turistas, nacionais
e estrangeiros, que pululam
nos outros destinos algarvios.
























Aqui as horas passam mais devagar,
o pôr do sol é para saborear com uma long drink na mão, lembrando a tarde passada
na água morna, na areia fina ou a petiscar
umas cadelinhas com sabor a mar.

O fim do dia é para apanhar caranguejos, quando a lua já sobe no céu estrelado...

Se algum de vocês, visitar este lugar e não ficar encantado ...
é porque tem algum defeito de Fábrica!!!

4 comentários:

  1. Alto lá !
    Beleza ali há só uma e se bem sei, veio dos Açores...foi fabricada longe da Ria...
    A prole não lhe chega aos calcanhares e a Ria muito menos.
    E depois temos a impossivel comparação entre a simpatia da citada e a ausente simpatia dos locais, bem conhecida internacionalmente !!!

    ResponderExcluir
  2. Pois estou completamente de acordo com o amigo Zé Manel!
    Bom, quase totalmente.
    Pois pareceu-me, assim de relance, que a prole tem as feições dominantes da mamã e assim, claro está, tiveram muita sorte... ; )

    ResponderExcluir
  3. Nove verões bons e importantes da minha vida foram passados nestes lugares.E confirmo tudo.

    ResponderExcluir
  4. Costumo ficar na zona da Quinta do Lago, mas, com as vossas recomendações, lá terei que dar um salto à Fábrica, que não conheço.

    ResponderExcluir