quarta-feira, 25 de novembro de 2009

A Festa d'OCANTO DO GALO - Parte 1

O Post-Foto-Reportagem do lançamento
de O Canto do Galo
será publicado hoje, amanhã e depois,
neste mesmo local e horário.
Se gostar do original, não perca a trilogia...
Todos já estão carecas de saber que o lançamento do nosso Livro ( o primeiro) foi ontem, ao fim da tarde no Sabor a Brasil, Parque Expo.

A coisa até começou bem, com o fleumático Luís Alves, responsável máximo da Bizâncio, editora do best seller, a dar as boas vindas a todos e a tecer umas breves considerações.




O prosseguimento, com João Viegas sim, eu, moi même!,
deu a perceber que a cerimónia avançava rapidamente para a anarquia total.
A Vencedora do 1º Lugar do Prémio Galo/Bizâncio, Susana Moura-Carvalho, e o seu jeito irreverente e rufião, não ajudaram em nada a que a festa se tornasse algo de decente, bem comportado e, porque não dizê-lo, exemplo para algumas das crianças presentes.

Quando se aguardava, com ansiedade, que a 2ª classificada, Natália Gonçalo, debitasse algumas pérolas de cultura, eis que, também ela
começou por referir Mário-Henrique Leiria, exemplo bem acabado do anarco-sindicalista nacional.
A partir daí, já nada se podia esperar de bom...
A assistência era muito variada e eclética, abrangendo grupos etários muito variados, mas permitam-me (que remédio têm vocês, já que sou eu quem tem o teclado nas mãos)que refira quatro amigos que já não via há muito - o Francisco Faria Paulino, o Fernando Pinto, o Pedro Calapez e o João Cóias ( por coincidência, ou talvez não, todos ligados às artes, embora em campos distintos).


Por fim, lá chegou alguém com um discurso articulado - a Vanda Fidalgo,
3ª Classificada, que contou com o apoio e ajuda preciosa
da filha.


Já que não consegui nenhuma foto da Delfina com os nossos filhos, fica apenas a da Mãe que, na realidade, é a única pessoa decente lá de casa.

Entretanto a Vencedora e a designer Sofia Silveira ( ou SOFIA SILVEIRA!!! como gritava um admirador enlouquecido) continuavam na macacada, com o intúito, infelizmente alcançado , de abandalharem a cerimónia...
Pelos semblantes risonhos, as muitas dezenas de convidados presentes ( quase 200) divertiram-se bastante.
Esperemos que O Canto do Galo
lhes dê um prazer, no mínimo, igual...
Nota do "Galo": Não perca, amanhã, a continuação desta Saga.

11 comentários:

  1. Ai, ai...
    Eu, uma mãe de família, com responsabilidades cívicas e morais amplamente difundidas, nesta figura!...
    Tsc, tsc, tsc...

    Bom, resta-me o consolo de a ALEGRIA e BOA DISPOSIÇÃO ter sido GERAL! Todo mundo se divertiu à grande!
    Foi, como já alguém aqui disse - e bem - o EVENTO DO ANO!
    Parabéns a todos, mesmo-mesmo TODOS - incluindo os convidados, que tão bem souberam contribuir com o colorido e entusiasmo reinantes - e, em especial, ao João que é, como disse muito bem a Quimera, daquelas pessoas que fazem a diferença na vida das outras!

    ResponderExcluir
  2. J. folgo muito de tu e a Natushka Babashka estarem com tão bom aspecto !

    Greets à brava !!

    :-)

    ResponderExcluir
  3. Grande lançamento, grande ambiente, gente gira e bem disposta, grande Galo. Entusiasmante estar em presença de alguns dos habitues do Galo e ter sacado alguns autógrafos dos colossos dos micro-contos. Aguardo as cenas do próximo capítulo.

    ResponderExcluir
  4. Devido a um pequeno detalhe de 4.000 kms, não pude estar presente.
    No entanto já ouvi vários relatos da festa, todas elas elogiosas.
    Aqui fica o meu abraço inter-continental ao Galo-Mor e toda a sua capoeira.

    ResponderExcluir
  5. Fiquei cheia de pena de não ir, mas a gripe A está cá por casa. Parabéns a todos.

    ResponderExcluir
  6. (com música):
    foi bonita a festa pá,
    fico contente...

    foi bom (muito bom!) rever as caras amigas que a vida (ou outra desculpa...) nos empurra para menos perto (muitas vezes da vista, mas não do coração!)

    foi bom juntar os corpos com as almas de alguns mais ou menos escritores; mais ou menos principiantes; mais ou menos inspirados (o meu caso!); mas todos muito divertidos e extraordinários.

    foi um prazer!

    também por isso um grande obrigado ao GALO.

    e a todos que lá estiveram.

    PS: agora vão todos comprar o livro...

    ResponderExcluir
  7. Óh Olhar do Planalto, lá por teres feito teatro, escusavas de me ter roubado a deixa...
    Só que eu, que não gosto que me enganem e me tirem o protagonismo, teimosa ainda por cima, repito:

    FOI BONITA A FESTA, PÁ!

    Como o generoso (só pode!) Luís Alves, no fim, reconheceu, aquilo não foi um ambiente "normal", neste género de acontecimentos!
    Há muito tempo que não via tanta gente junta, toda tão bem disposta. Foi uma Festa QUENTE, porque todos seguiram a "pista" que lhes foi aberta pelo enorme comunicador que tu és, João, e eu sei que o ego não te vai rebentar...
    A gentileza, o gesto, o humor, a boa disposição, a inteligência, a graça na altura certa foram, sem sombra de dúvida, o fio condutor para entrarmos todos, em uníssono, pela porta que tu nos abriste, para o ambinte de entusiasmo caloroso que "abraçou" o sucesso enorme que foi o lançamento d "O Canto do Galo".

    Para te encher (ainda) mais o ego, estás llliiinnnndddooo na fotografia!

    E, já agora, que toda a gente já sabe quêm é toda a gente, eu que gosto tanto de me rir, fiquei com um ar tão sério neste retrato...
    Estava a ralhar com alguém?!

    Por fim, a única palavra que me ocorre dizer:

    PARABÉNS!
    Não encontro outra...

    ResponderExcluir
  8. OdP não te rales, ser roubada nas deixas é um destino recorrente da C. , deve ter que ver com os circadianos de ela...


    :-]]

    ResponderExcluir
  9. Ia-me esquecendo...

    Zé B., Rui S. B. , sempre um encanto ver-vos tão bem, nem que seja em photo...

    :-)

    ResponderExcluir
  10. E este fica à parte... N.P.C., you look friggin' good !

    ;-)

    ResponderExcluir