domingo, 16 de maio de 2010

Trova do Alegre que passa...

Alegre, diz o próprio, é um humanista.
Alegre é livre e frontal.
Alegre é suprapartidário.
Alegre não é neutro.
Alegre é homem de causas e combates.
Alegre não tem medo.
Alegre não se rende.
Alegre não recebe lições de democracia.
Alegre quer alargar a cidadania.
Alegre quer uma esquerda nova.
Alegre quer um novo patriotismo.
Alegre quer um novo idealismo.
Alegre quer novos sonhos, esperanças e descobertas.
Alegre quer reposicionar Portugal no mundo.
Alegre quer ouvir a rua.
Alegre quer ser aliado e companheiro de viagem
de todos os portugueses.
Alegre quer mobilizar energias.
Alegre quer os jovens a dançar a vida.

( Extraido de um texto do DN)

2 comentários:

  1. Os poetas são uns sonhadores, este em especial!
    Mas nem todos os sonhadores são poetas...felizmente !

    ResponderExcluir
  2. E o Alegre nunca mais se cala...brrrrrrrrrrr!

    ResponderExcluir